quarta-feira, 28 de julho de 2010

A minha vida mudou com as Aldeias Históricas (2ª parte)



A espera era demasiado longa. Não aguentávamos esperar tanto para iniciar o projecto. Até que num belo dia, em Belmonte, conheci a Graça, uma corajosa senhora que decidiu trocar a vida estressada de Lisboa, pela pacata vila de Caria. Apostou no património que herdara do seu avô e decidiu transformá-la numa Casa de Turismo Rural, o Passado de Pedra. Quando lhe disse que estava à espera de apoios para concretizar o meu projecto, disse-me:

“Não podes estar à espera de apoios. Deves arriscar e seguir em frente, com os meios que tiveres ao teu alcance,. O país tem que ter iniciativa e não pode estar à espera de dinheiro e de fundos da União Europeia. Assim, ninguém consegue fazer nada. Olha o meu exemplo: remodelei a minha casa de Turismo., apenas com os meus recursos e hoje não devo nada a ninguém.” Fiquei a matutar naquilo

Decidimos seguir o conselho dela. Procurámos outros apoios mais rápidos e eficazes que pudessem dar capacidade de resposta para o que verdadeiramente necessitava a empresa. Contratámos 3 jovens licenciados desempregados (A Lena, o Tiago e a Vera), ao abrigo do programa do Inovjovem e começámos a concretizar este projecto em Setembro de 2009.

Com uma equipa jovem, qualificada, acreditámos que o nosso projecto tinha tudo para ser concretizado. Investimos o nosso tempo com muito trabalho, dedicação e sacrificando alguns momentos em família.

A força e vontade de seguir em frente, ultrapassando todos os obstáculos e dificuldades que fomos encontrando, deveu-se ao facto de acreditar na magia que existe nessas aldeias Históricas, capazes de emocionar, como emocionou os meus filhos, quando visitaram pela primeira vez a aldeia de Marialva.

E o resultado está à vista: no dia 10 de Junho de 2010 fiz o Lançamento do guia turístico das Aldeias Históricas de Portugal na cidade de Trancoso.

Brevemente estarei a apresentar o livro nas principais cidades do país. Quem quiser pode espreitar aqui o primeiro capítulo...sobre Piódão.

Uma nova etapa da minha vida começa agora, depois de tantos anos à deriva...



E Boas férias !

Voltarei com novas novidades em Setembro!

8 comentários:

José Pinto disse...

Olá Susana
É incrível a forma como te atiras a projectos arrojados, cheia de garra, num país com a auto-estima tão em baixo! E fazes isso, agarrando nos teus miúdos (o Júlio e o Miguel) debaixo do braço, e com o inseparável Serafim ao lado, sempre com os motores afinados! A verdade é que o vosso trabalho puxa o país para cima, ajudando-o a sair deste letargia! Quando tudo está parado, numa letargia profunda, vocês arrancam por aí fora... e vai disto! Quanta coragem!
Um abraço para vós.

Susana disse...

Amigo José: É preciso muita força de vontade , determinação para dar a cara e ultrapassar os obstáculos que vão aparecendo peloa frente. Ainda para mais num contexto de crise, em que toda a gente acha que está mau e que não vale a pena fazer seja o que for. Lamentar o estado que as coisas andam não nos levam a lado nenhum! Há que arriscar e acreditar que tudo é possível,fazendo!

Obrigada pelas palavras!

Cristina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cristina disse...

Que grande aventura a vida da Susana. Esta é a prova de que às vezes vale a pena deixar para trás certas coisas e arriscar novas, principalmente numa nova carreira.
É preciso é não desanimar perante os obstáculos que nos possam surgir, e ter “garra” para continuar e fazer ainda melhor.
Parabéns Susana! Tens mais que motivos para te orgulhar daquilo que fizeste à tua vida.
Desejo-te muito sucesso profissional e pessoal, e a continuar assim, bem sei que o terás…
Beijinhos….

vi disse...

Parabéns pela iniciativa e por saber ouvir um bom conselho!
Realmente, se ficar esperando você pode perder o tempo do negócio. O que mais importa é fazer o trabalho com amor que os resultados aparecem...
As Aldeias Históricas merecem uma atenção especial do turista.
Abraços e mais uma vez muitos parabéns.
Viviane

Susana disse...

Olá amiga Cristina!

Obrigada pelas palavras amigas! Sim é preciso muita garra, força de vontade para vencer os obstáculos, de outra forma nada tinha feito e certamente estaria em casa com alguma depressão...Estou feliz por ter apostado e realizado um dos meus projectos. Mas é obvio que não quero ficar por aqui. Tenho imensos projectos em mente...que precisam de ser concretizados...

A ver vamos!

Bjs e obrigada pela tua presença aqui!

Ana Parreira disse...

Olá, Susana,

Apenas uma palavra de apoio e felicitações! Admiro a tua coragem e dedicação a este projecto. Desejo-te muitos sucessos!

amitaf disse...

Agora "viro-me" para este lado.

Olá M.Susana.

É claro que também quero felicitá-la pelo seu trabalho,e desejar que essa vontade de lutar nunca a canse.

Ainda dizem que a mulher é o "sexo fraco".
Pois,,pois,,,e quem o diz?
São os que nada produzem,homem ou mulher,é claro.

Um beijinho de admiração.
Felicidades para si e sua família.

E sempre que possa,cá deixarei o meu comentário.
Já o deixei também do "outro lado" (aqui mesmo,no seu blog)

Saudações de outra beirã
Fátima