sexta-feira, 15 de maio de 2009

Tertúlia Virtual


Esta semana foi de loucos... e não tive tempo de pensar na proposta da Tertúlia Virtual *deste mês...passei a tarefa para ... o Paulo ( palavras que subscrevo):


A pedido da Susana, estou a participar nesta Tertúlia Virtual pensando numa proposta para passar 10 anos numa ilha deserta no Pacífico, levando apenas 5 coisas comigo.


Aqui estou eu a imaginar-me a partir para uma ilha deserta no pacífico por 10 anos! ... ...


Quem é que eu vou levar comigo e que objectos?

Para companhia preciso da minha companheira e minha esposa, somos duas metades do mesmo ser ... Como tenho 2 filhotes e pequeninos é obvio que eles precisam ainda e muito de mim . Nem faria sentido partir numa viagem sem levar a mulher e os filhotes.


Já somos 4 pessoas. Só posso levar um total de 5 itens, incluindo as pessoas. Como eu não conto, posso escolher ainda 2 objectos que julgo que me venham a ser indispensáveis. O que é que deve ser?


Acho imprescindível uma faca. Uma boa faca. Com serra de um lado e lâmina tradicional do outro, à boa maneira dos escuteiros. Resta-me um único objecto. Mas o que será?


Novamente a razão me diz que tem que ser um objecto para afiar a faca na lâmina e na serra. Pergunto: porque?


A resposta é que será necessário afiar as lâminas de vez em quando, pois a faca terá muito uso todos os dias. Acabo por perguntar mas que usos?

Lembramo-nos então de uma lista de trabalhos a fazer mesmo numa ilha deserta:


  • as chuvas são frequentes. É necessário construir uma cabana com troncos de árvores e folhas de coqueiro e outras no tecto. A faca permitirá cortar e preparar os materiais de construção;

  • a alimentação basear-se-á na colecta de côcos. Verdes para beber a sua água e maduros para comer;

  • a pesca terá que ser uma actividade diária. Teremos que preparar canas e redes feitas com os fios da casca do côco;

  • há bastante marisco mas para o apanhar é preciso armadilhas. Teremos que ser criativos;

  • será útil ter alguns artefactos parecidos com talheres e outros. Teremos que os esculpir em madeira e usar as conchas vazias dos moluscos tabém;

  • não nos podemos esquecer de alguns brinquedos artesanais para os nossos meninos e também para nós, uma vez que brincaremos com eles e que não há por lá nem Internet nem TV.


Podia continuar a tentar adivinhar o que farei por lá mas, já deu para ver que será bem mais divertido do que terá sido para o Robinson Crusoé. Não acha?

*Essa postagem faz parte da Tertúlia Virtual. Tertúlia Virtual criado por Jorge Pinheiro (Expresso da Linha) e Eduardo P.L. (Varal de Idéias), reúne nesta CENTRAL DE RELACIONAMENTO as inscrições (nome e link) dos participantes das TERTÚLIAS todos os dias 15 do mês. Participem!

38 comentários:

Rosalin disse...

Muito legal que não tenha pensado em deixar mulher e filhos... lindo mesmo!!!
Também tô levando uma faca e lençõis... espero sinceramente que durem pelo menos um ano.. hehehehehe
Até depois...

Rosalin
http://rosalinscheily.spaces.live.com/

Eduardo P.L disse...

Susana,

suponho que Paulo seja o marido!!! Muito boa a lista e o texto! Fiquem bem os próximos 10 anos! Família unida é um bom início!

Raquel disse...

Muito prática sua escolha!!
A familia é realmente algo que vem em primeiro lugar!
Parabéns pelas escolhas e boa viagem!!
Até a volta!

Raquel

Daniel und die Delphine disse...

Familia podia ser um item só...e ai você ainda teria 4, rs.

Luis Bento disse...

Instinto de sobrevivência...

Georgia disse...

Pois é, a escolha ficou super difícil e cada um tá jogando muito bem com a criatividade.

Nely disse...

Olá amigo.
Pois já é sorte não ter mais filhotinhos senão teria que chegar e improvizar.
Pode fazer um abrigo com colmo e folhas de palmeira e outras coisas que aprendi com a "Lagoa azul" rsrs.
Gostei do amor, de não prescindir de quem mais ama.
Beijo amigo.
Nely.

Christi... disse...

Muito bacana, o carinho ao escrever da esposa e dos pequenos, e o cuidado com as escolhas pensando neles, muito legal.

Beijos
Chris

Mírian Mondon disse...

Voce tem razao, filho é tudo de bom!
Minha filha não quis ir porque não podia levar seu notebook, eu entendi rs!

Beijos

Mylla Galvão disse...

Boa lista... E gostei da sugestão da faca, mas ainda acho que um machado seria mais conveniente...
Dá uma passada no meu blog e veja a minha lista!!!
Bjo grande

A Lobba! disse...

Magnifique!Tiro o chapéu pra aquele que ainda prioriza a família!
Prazer em estar aqui!
Lobba de France!

expressodalinha disse...

O pior é se a ilha é seca e não cai chuva!Mas pronto, vamos partir do pricípio que que corre tudo bem.
Não conhecia este blogue. É só para mulheres? E beirãs? É um nicho de mercado...

Serena Flor disse...

Muito legal tua participação nesta tertúlia meu caro...parabéns!
Um beijão!

Pai dos trigemeos disse...

Belo texto. E a faca, muito util! Eu levei uma coisa que tem 1001 utilidades. Alias, fiz 2 listas:
ostrigemeos.blogspot.com
octaviolacombe.blogspot.com
abracos
Octavio

SILÊNCIO CULPADO disse...

Espantoso! Neste mundo dum consumismo insaciável ainda há quem consiga resolver tudo (ou quase) com uma faca!
Tenho curiosidade em conhecer o autor deste texto, muito bem conseguido por sinal, e tentar perceber se na vida real tem este poder de síntese ou se o mesmo é só para quando imagina uma determinada situação.


Abraço

Evandro Varella disse...

Ótimas escolhas!
Juntaste a sensibilidade com a praticidade!
Ahhh sobre os queijos, há muitas histórias de amor entre os habitantes das Minas Gerais e esses latícinios, rss
Abraços e obrigado pela visita!

Chica disse...

Tenho certeza que nos divertiremos muito por lá ,só não ter que conviver com o trânsito...Legal tua lista!beijos,chica

Compondo o olhar ... disse...

ótima participação!! adorei todos seus itens... parabéns!
tbm estou participando, dá uma olhadinha por lá,

bjocas

Gaby disse...

Susana e Paulo,

Obrigada pela visita!
Excelentes escolhas, sem dúvida!
Eu nem pensei em objectos ( e mesmo assim estou a fazer batota) mas conto com a solidariedade de todos!!!
Bjs e boa estadia!

vida cotidiana disse...

Como é difícil, viver sem os que amamos e algumas coisas básicas. muito legal!!!

Ester disse...

Oi Susana,

O Paulo mostrou eficiência em sua ausência o que nos faz inferir, que ele será indispensável nessa aventura, com os filhotes melhor ainda!


Quanto ao comentário,
entendo vc, pintura é uma paixão mesmo!

Não devemos esperar irmos à uma ilha deserta para transformarmos esse sonho em realidade.. rs

Beijos!

Juliêta Barbosa disse...

Susana,

Você foi extremamente inteligente quando passou a bola para o Paulo.O santo homem nos deu uma senhora aula de como sobreviver numa ilha com apenas uma faca.Sem desmerecer os demais, eu escolho o seu blog como o de melhor desempenho. Até me animei a viajar com vocês. Ainda não coneço Portugal.

Nanda Botelho disse...

Lendo vc, vi a dificuldade e impossibilidade de seguir as regras da Tertúlia e ainda se dar bem...

Mas gostei de suas soluções!

Abraços! Também estou participando, e burlei tooodas as regras!

Nana Odara disse...

Da primeira vez q li não gostei pq não entendi direito pq tinha sido o Paulo a fazer... mas agora achei mais interessante, e principalmente por ter sido um trabalho de equipa...
"É isso aí!!!"
ou melhor
"tá se bem, fixe!!!"

kkkkkkk...

marie disse...

Olá Susana
Agradeço a sua visita e essa de pôr o homem a fazer a lista foi óptima!
Que a sua blogagem seja bem sucedida...
Bjs.

Ruvasa disse...

Vivam, Susana e Paulo!

Gostei que me fartei, palavra. Engenhoso, sem dúvida. E engenhocas.

Para mim, a faca não servia. Porquê?

É que, levando eu quem levo, certamente que não a iria usar porque, acreditem, não sendo violento, seria incapaz de lhe fazer isso em que, quase tenho como certo, estarão já a pensar.

;-)

Abraço a ambos. Algo me diz que vou aparecer por aqui mais vezes. Pelo sim pela não, vou linkar.

RUben

Quase Blog da Li disse...

Obrigada por visitar a minha ilha da fantasia!
Sua escolha foi realmente linda!
bjs
li

(não conheço o clube das mulheres beirãs... o que vem a ser beirãs?)

Gisele Amaral disse...

Muito engraçado esse monte de preocupações! Numa ilha deserta, o que fazer, né?!

Um beijo.
=*

Eduardo Santos disse...

Olá amigo. De facto é preciso ser prático, levar a família e o indispensavel. Este tema permite um "monte" de imaginações, presta-se facilmente à brincadeira, mas isso é saudável. Gostei das sua opções, são interessantes. Tudo de bom para si.

luzdeluma disse...

Robin, não tinha companhia e conseguiu!! Lógico que quase enlouqueceu! Então, acho que consegue também!! Beijus

Jo. disse...

Ótima participação!!!
Sobre o "Manual de sobrevivÊncia na selva" ele existe.
Bjim.

josé movilha disse...

Susana!... Paulo !... Muito boas escolhas, a família é sempre ânimo elevado para os desafios do isolamento. Gostei dos seus Blogues, terras de granito, pão sacro e ecos gloriosos. Logo que possível vou voltar.
Parabéns
josé

jugioli disse...

Adorei sua mala de viagens, eu levaria meu cartão de credito, vá que tenha uma lojinha!!!!

bjs.

@dis-cursos

João Menéres disse...

Brilhante essa do afiador da lâmina !!!

Valeu mesmo.

O resto está na sequência de um bom organizador!

Parabéns aos dois.

Susana disse...

Sejam todos bem vindos e obrigada a todos pelas mensagens!

Bjs Susana

disse...

Olá! Noto que as pessoas que amamos é impossível deixar de fora, não? E se a família fosse maior? Ai, que cruel!rs. Muito boas escolhas e o texto ficou divertido, encarou mesmo a realidade da ilha. Aproveito para agradecer a visita de Susana também. Bjins e até!

Fatima Cristina disse...

Oi Susana,

Só hoje consigo visitar algumas outras ilhas da Tertúlia!

Com sua família na ilha, vocês se sentirao em casa!

Bjs,
Fatima

marie disse...

Susana
Já tinha estado a deitar o olho para a sua colectiva!...
Acontece que eu vivi e cresci num grande centro urbano...
Ainda vou puxar pelos neurónios (Tico e Teco) a ver se me lembro de algo...
Bjs.